terça-feira, 27 de novembro de 2012

Irish Fellas no Rock in Rio 2013

Recebi hoje uma ótima notícia e é com orgulho que repasso a vocês este anúncio da banda Irish Fellas:


Nós dos Irish Fellas temos a honra de anunciar que está confirmada a nossa participação no Rock In Rio 2013, quando a Irlanda será um dos países homenageados na Rock Street.
A Rock Street foi uma das novidades da edição 2011, dedicada naquele ano à cidade norte-americana de Nova Orleans, berço do jazz e do blues. Para 2013, a temática será Grã-Bretanha e Irlanda
Os Irish Fellas foram selecionados como sendo a principal referência em música tradicional irlandesa no Brasil e participarão dos sete dias do festival apresentando o melhor da música tradicional irlandesa. Em dois anos de projeto o grupo acumula mais de 200 apresentações por diversas cidades do Rio Grande do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro. Os Irish Fellas apresentam temas típicos das "irish sessions", cuja sonoridade remete fortemente à paisagem do cotidiano dos irlandeses, seus costumes, hábitos e traços característicos.
Novamente ao nosso lado no Rock In Rio teremos a honra de contar com o grande músico carioca Alex Navar, o maior especialista em gaita-de-fole irlandesa (uillean pipe) do Brasil, amigo e parceiro de longa data. Para conhecer melhor seu trabalho acesse a sua página no Facebook.
Os Irish Fellas são: Caetano Maschio Santos (bandolim, flauta e tin whistle), Victor De Franceschi (violão) e Renato Muller (gaita ponto). Para conhecer melhor o projeto acesse nossa página no Facebook aqui.
Para saber mais sobre a Rock Street acesse o Site Oficial do Rock In Rio. Confira também a repercussão no portal G1. O "Making Of" da propaganda da Rock Street pode ser conferido no Youtube clicando aqui.
 
May the luck of the Irish be with you always!
Sláinte!
 

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Seleção de Filmes entra em sua 9ª edição


Trazendo 20 títulos nacionais e internacionais para o sul do país, a Seleção de Filmes, uma iniciativa do grupo Zaffari Bourbon com produção executiva da Panda Filmes, chega a sua 9ª edição em Porto Alegre. A mostra cinematográfica antecipa o lançamento de vários títulos e sua programação é pensada de forma a priorizar a exibição de obras que ainda não tem distribuição garantida no país. 

Além da capital gaúcha, os municípios de São Leopoldo e Novo Hamburgo estão confirmados como parte do circuito exibidor do evento. Entre os dias 22 e 29 de novembro, os cinéfilos poderão conferir produções inéditas, em sua maioria longas-metragens de ficção advindos de diferentes países da América e da Europa.

A Seleção de Filmes tem o objetivo de fomentar a diversidade cultural, aproximar as cinematografias de diferentes países e formar novas plateias. Contando, pelo segundo ano consecutivo, com o financiamento da Lei de Incentivo do Estado do RS, a 9ª Seleção de Filmes acompanha o encerramento do calendário cultural do Estado.

Nesse ano, os filmes serão exibidos em cinco salas de cinema dos shoppings Bourbon – Espaço Itaú de Cinema (Bourbon Country e Bourbon Walling), Cinemark (Bourbon Ipiranga), Cinesystem (Bourbon São Leopoldo) e Cinespaço (Bourbon Novo Hamburgo).

fonte: Panda Filmes

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

FESTIVAL METRÔ ROCK


Entre os dias 15 e 17 de novembro acontece o Festival Metrô Rock. Em sua quarta edição, o festival se consolida como um dos principais do estado e ganha relevância na plataforma de música independente brasileira. O Metrô Rock é um dos 107 festivais que integram a Rede Brasil de Festivais independentes.
A Rede Metrô Rock é formada por coletivos de produção cultural independente, dentre eles o Feitoria de São Leopoldo e Tomada de Esteio, como também, diversos agentes culturais, produtores, artistas, grupos de economia solidária... A idéia é abranger várias conexões dentro desse arranjo produtivo da cultura da região metropolitana do estado.

Nessa quarta edição, o Festival Metrô Rock perpassa as cidades de Esteio e São Leopoldo sempre mantendo a característica de formação, com oficinas culturais, debates, e claro, muita arte.

Além de fomentar e integrar as representatividades culturais da região metropolitana em diversos projetos colaborativos e rede proporciona uma ampla troca de conhecimentos elaborados e sistematizados coletivamente nessa teia das tecnologias sociais.
_____
PROGRAMAÇÃO MUSICAL do FESTIVAL METRÔ ROCK
Sexta-feira 16/11 - 23h
OPEN BAR

Shows: BLEFF + Medialunas
Discotecagem: Bia Jones

Local: Embaixada do Rock (R. Presidente Roosevelt, 806 – São Léo)
Ingressos:
R$20,00 com bebida liberada da meia noite até as 3h.
____
Sábado 17/11 – 23h

Shows: Frida + Sistema de Mentiras + Quatro Cilindros + Póvora + 7to9

Local: Aliança Bowling Bar (Rua Garibaldi, 61 – Esteio)
Ingressos:
R$10,00 antecipados na secretaria do clube
R$15,00 no local.
_____
Outras atividades culturais para além do festival:

01/12 – Núcleo de Pesquisa Teatral apresenta: Gota d’Água a partir da obra de Chico Buarque e Paulo Pontes + Há Vagas, a partir da obra de Harold Pinter e Dino Buzatti. Local: Teatro Municipal (Rua Osvaldo Aranha, 934 – São Leopoldo). Entrada Franca.

05/12 – BLEFF interpreta Legião Urbana. Projeto alusivo aos 30 anos de Legião Urbana. Local: Teatro Municipal (Rua Osvaldo Aranha, 934 – São Leopoldo). Ingresso R$5,00 antecipado.

07/14 – BLEFF interpreta Legião Urbana. Projeto alusivo aos 30 anos de Legião Urbana. Local: Zelig (Rua Sarmento Leite, 1086 – Porto Alegre). Ingresso R$10,00





terça-feira, 6 de novembro de 2012

ATENÇÃO BANDAS INDEPENDENTES DE ROCK!

Domingo, dia 11/11, reestreia o programa "Independência ou Morte", comigo Sabrina Kwaszko.
Quer tua música na Rádio Putzgrila?
Envia o teu material (mp3, release e foto/video) para o email:
sabrinaputzgrila@gmail.com


Fica ligado e não perde essa chance!



quarta-feira, 31 de outubro de 2012

A banda Percivais lançou hoje o clip da nova música: O bando



A banda Percivais lançou hoje o clip da nova música: O bando. Confere ae!


Espontâneos como os Stones, talentosos como os Kinks e enérgicos como The Who, a Percivais constrói uma teia bem armada cruzando a simplicidade e a sensibilidade do bom e velho rock setentista sabendo contextualizá-lo com as referências atuais desse gênero tão revisitado. A banda surgiu na interiorana Santo Antônio da Patrulha pela necessidade dos integrantes de vivenciarem a música e há sete anos ela vem se firmando pelo apreço do público pela música bem feita e acima de tudo bem executada.

De fato a performance entre músicas do quarteto pelos vários pubs de Porto Alegre como o Sgt. Peppers e Garagem Hermética não deixaram ninguém sentado com o copo cheio muito tempo, assim como nas suas aparições desde o clássico programa Radar até a recente exibição de seu videoclipe na Mtv. Com muitos mega-hertz de frequência pela frente a Percivais garante que vai te rockar.


Site: www.percivais.com.br

Contatos para show: 
Telefone: (51) 9799-9377 (Julian) ou (51) 9736-9481 (Rafael)
E-mail: ospercivais@hotmail.com

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Vanguart é indicado ao EMA e tem recorde de indicações no VMB


Lançado em setembro de 2011, o álbum “Boa Parte de Mim Vai Embora” é um marco na carreira do Vanguart. Trouxe a banda mais madura e o som mais melancólico e harmonioso com a entrada do violino de Fernanda Kostchak.
 
Desde então a banda vem rodando o Brasil com esse show e acumulando elogios e prêmios. Além de ser o artista com mais indicações para o VMB 2012, o Vanguart acaba de ser indicado ao MTV EMA 2012, um dos prêmios mais importantes da música mundial, que acontece em Frankfurt, na Alemanha, ainda esse ano.
 
A votação é aberta ao público através do site http://br.mtvema.com


quarta-feira, 12 de setembro de 2012

FESTIVAL “TUDO É JAZZ” AGUÇA OS SENTIDOS DA BOA MÚSICA em Ouro Preto


Dias 14 e 15 de setembro, no Centro de Artes e Convenções da UFOP, evento apresenta
o melhor do Jazz produzido no Brasil, França, Israel, Espanha e Estados Unidos

A charmosa Ouro Preto recebe a 11a edição do Festival “Tudo é Jazz” nos dias 14 e 15 de setembro. Apontado como o melhor festival de jazz da América Latina pela revista americana Down Beat, o evento apresenta ao público a vanguarda do jazz produzido no mundo. Na “Cidade do Jazz” – espaço cenográfico montado no Centro de Artes e Convenções da UFOP – o público poderá conferir apresentações de artistas consagrados e novos talentos do jazz mundial. Os ingressos custam R$ 30 inteira, com meia entrada para estudantes.

Entre as atrações internacionais, destaque para a cantora e instrumentista catalã Andrea Motis, de apenas 16 anos. Sua voz doce chama a atenção dos críticos de jazz e blues de todo o mundo. Ela vem acompanhada do músico Joan Chamorro, que conduz a banda de jazz de Sant Abreu, em Barcelona, na Espanha. Também irão se apresentar o gaitista francês Charles Pasi e a clarinetista de Israel Anat Cohen, acompanhada por Romero
Lubambo. Os saxofonistas nova-iorquinos Jesse Scheinin e Eddie Barbash farão intervenções pelas ladeiras de Ouro Preto nos fins de tarde. A música brasileira será representada por encontros de gerações: João Bosco, que comemora 40 anos de carreira, fará um dueto com sua filha Júlia Bosco; também teremos Cida Moreira e Thiago Pethit. Completam o time verde-amarelo o paulistano Marcelo Jeneci, o capixaba Silva e a mineira Maíra Labanca.

Segundo a criadora e curadora do Festival Maria Alice Martins, o “Tudo é Jazz” faz parte do calendário dos grandes festivais do gênero no mundo. “Desde a primeira edição fizemos uma composição de grandes nomes com novos talentos do jazz. Trouxemos muita gente boa ao Brasil, pessoas que ficaram encantadas com a cidade de Ouro Preto, com a receptividade do público brasileiro e que voltaram para seus países com boas lembranças. Eles também nos deixaram belos momentos musicais e uma marca de sucesso”, destaca.

Maria Alice reforça que um dos grandes legados do Festival foi ter contribuído para uma melhor divulgação dos talentos do jazz em Minas Gerais e no Brasil. Não por outro motivo o evento é reconhecido por promover encontros como em 2009, quando Mart’nália se apresentou ao lado de Madeleine Peyroux em um inesquecível tributo a Billie Holiday. “Há muito tempo o jazz deixou de ser um estilo para ser sinônimo de música de qualidade ao redor do mundo. Temos muito orgulho de participar desse movimento positivo”, afirma.

Cidade do Jazz

Após ser realizado na Praça Tiradentes, no ano passado, o “Tudo é Jazz” volta ao Centro de Artes e Convenções da UFOP – Parque Metalúrgico para dar mais conforto ao público. Projetada pela cenógrafa Renata Rocha, será montada a Cidade do Jazz com espaços de convivência para todos os presentes. O lounge do Café De La Musique receberá Djs convidados antes e após as apresentações. Destaque para o nova-iorquino Greg Caz, grandes colecionador de música brasileira.

Trilogia

A partir desta edição e até 2014, o “Tudo é Jazz” terá um mesmo tema: “Dos cinco pontos do mundo para Ouro Preto”. Esse é o pano de fundo da curadoria para a seleção de convidados que virão dos Estados Unidos, França, Espanha e Israel – além, claro, da turma deste lado aqui do Atlântico.

Legado para Ouro Preto

Nesses 11 anos de presença em Ouro Preto, o “Tudo é Jazz” também deixa uma marca perene e extremamente importante. Estamos falando da instalação de um Ponto de Cultura na sede da Banda do Alto da Cruz, um dos mais antigos grupos de jazz de Ouro Preto, que completa 80 anos em 2012. Desde o início de 2011 o local recebe aulas de iniciação musical, além da criação de um acervo de mais de três mil CDs. O acervo de partituras de Mestre Anicleto, ícone da música no município, também está sendo digitalizado. No dia 16 de setembro, toda a programação do evento será dedicada à comemoração de aniversário da banda.

PROGRAMAÇÃO

14 de setembro, sexta-feira

19h Cortejo pelas ruas de Ouro Preto até o Centro de Artes e Convenções da UFOP, com  Jesse Scheinin e Eddie Barbash (Estados Unidos)

20h Cida Moreira e Thiago Pethit (Brasil)

21h30 Anat Cohen & Romero Lubambo (Israel)

23h João Bosco e Julia Bosco (Brasil)

Intervalos e Jazz After Hour com o DJ Greg Caz (Estados Unidos)

15 de setembro, sábado

16h Cortejo pelas ruas de Ouro Preto até o Centro de Artes e Convenções da UFOP, com Jesse Scheinin e Eddie Barbash (Estados Unidos)

17h Maíra LaBanca (Brasil)

18h30 Marcelo Jeneci (Brasil)

20h Silva (Brasil)

21h30 Charles Pasi (França)

23h Andrea Motis & Joan Chamorro (Espanha)

Intervalos e Jazz After Hour com o DJ Greg Caz (Estados Unidos)

16 de setembro, domingo

Comemoração dos 80 anos da Banda do Alto da Cruz (programação em breve)

SERVIÇO
Festival Tudo é Jazz – 11a Edição
14 e 15 de setembro de 2012, sexta e sábado
Parque Metalúrgico – Centro de Artes e Convenções de Ouro Preto

Ingressos:
R$ 30 inteira / Meia-entrada para estudante e demais categorias, conforme lei

Informações para o público: www.tudoejazz.com.br

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA
Letícia Bessa
(31) 3194-8703 | 8312-8164
leticia@arvoredecomunicacao.com.br

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Não tenha problemas, encontre a solução, leia um bom livro, compre um bom caixão para morrer de tédio...

É com um verso da faixa 9 'Solitário' do seu primeiro álbum da banda Helvéticos que começamos.


Completando três anos de vida em setembro, a banda de Bombinhas – SC lançou seu primeiro disco no sábado, dia 30/06, no Magic Bus Pub em Porto Belo, mas para deixar todo mundo com as novas canções na ponta da língua, eles resolveram disponibilizar o trabalho completo no site da banda: (www.helveticos.com.br). Lá você vai poder ouvir e baixar as 10 músicas do primeiro álbum dos Helvéticos.

O disco                                             
A banda que no começo do ano participou do festival Planeta Atlântida, no palco Pretinho Convida, vem trabalhando desde então para o lançamento de um trabalho mais sólido, já que dentro desses quase três anos já havia lançado três EPs virtuais.
Gravado entre abril e junho de 2012 em Itapema SC no Gaia Estúdio, e produzido pelos Helvéticos, o disco que carrega o nome da banda traz 10 canções, sendo seis inéditas e quatro velhas conhecidas dos shows que os Helvéticos fazem pela estrada.
Vale lembrar que além de ser disponibilizado na web, o disco será lançado em formato físico e poderá ser adquirido diretamente com os rapazes em algum dos shows ou em lojas e eventos parceiros da banda. Para essas e outras informações, acesse www.helveticos.com.br ou www.facebook.com/helveticosrock

E pra quem curtiu e quiser conferir ao vivo o som dos caras segue a agenda dos próximos shows dos Helvéticos:

06/09 -  XV Festa do Pescador e XIV Festa do Marisco - Bombinhas SC
07/09 - Magic Bus Pub - Bombinhas SC
14/09 - Ooby Dooby Rock Café - Balneário Camboriú SC
15/09 - Buteko Pub - Rio do Sul SC
16/09 - Bar Pixel - Joinville SC
22/09 - Traz a Cerva - Balneário Camboriú SC




Arte CD por Diego Oliveira

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Novo clipe da Banda Vivendo do Ócio


Com o novo álbum, “O Pensamento É um Ímã” lançado em fevereiro desse ano, a banda Vivendo do Ócio já passou em turnê por alguns estados do Brasil, lançou o clipe de “Silas”, gravado na Itália, e atingiu 1 milhão de visualizações no Last Fm. Dando sequencia a divulgação desse trabalho, eles disponibilizam no Youtube seu novo clipe, “Eu Gastei”.
  
O vídeo foi gravado em São Paulo, dirigido, filmado e editado pelo baixista Luca Bori. Considerada a faixa mais pesada do novo álbum, as imagens são de um personagem, cuja identidade não é revelada, e que se mostra preso em um pesadelo.


sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Bazar Pamplona lança seu novo álbum,“Todo Futuro é Fabuloso”


As letras escritas a partir do desenrolar do cotidiano marcam o novo álbum do Bazar Pamplona. O disco chegou para seduzir ouvidos bem sintonizados e dispostos a se arriscar em nome da boa música.

Rock classe A,  pós-psicodelia, guitarras desafiadoras, um time de músicos que aposta em arranjos ousados e um repertório com boas doses de sentimentos e temas polêmicos compõem um universo próprio, onde transitam diversos acordes e uma sinceridade reconhecida em cada verso.

"'Todo futuro é fabuloso', que dá nome ao disco, é uma frase do escritor cubano Alejo Carpentier usada como epígrafe no livro 'Jangada de Pedra', de José Saramago. Fiquei com ela na cabeça e passei a imaginar coisas absurdas (como no livro) que poderiam acontecer. Por exemplo: e se caísse uma chuva tão rápida que não desse tempo de se proteger? Melhor tampar o céu. A música tem imagens absurdas e fala sobre a imprevisibilidade do que pode acontecer. A mensagem que fica é: 'Não esqueçam de viver bem devagar'", explica o vocalista Estêvão Bertoni, autor das letras do grupo.

Foram quatro anos entre as primeiras ideias e a conclusão do CD. Ao longo desse tempo, o Bazar Pamplona amadureceu, incorporou ideias e construiu um trabalho coeso, cheio de ânimo e com ângulos inusitados sobre os fatos cotidianos.

Produzido pelo músico João Erbetta (Los Pirata/ Marcelo Jeneci) em parceria com a banda, o trabalho tem 13 faixas. Gravado em São Paulo e mixado nos EUA, traz ilustrações de Gustavo Gialuca. É, certamente, o trabalho mais pop e maduro do grupo até aqui, destacando as pungentes composições, que tratam de relacionamentos, reflexões e fatos que marcam a vida dos integrantes da banda na metrópole.

“Todo Futuro é Fabuloso” por Alexandre Kupinski (Apanhador Só – RS)

Há quem não queira acompanhar o ritmo alucinado com que o mundo vem funcionando.
Há quem sinta a dor da perda de um ente querido e passe a pisar os mesmos passos que ele. Há quem não encontre seu lugar no mundo assim tão fácil.
Há quem ache equilíbrio de postura com um pé sabiamente firmado atrás. Há quem grite por menos desespero, mantendo o desespero sempre vivo.
Há quem procure o que se pensa perdido, talvez sem querer achar. Há quem levante a possibilidade do caminho ser de fato maior do que as pernas, e dessas serem ainda maiores do que as virilhas.
Há quem queira colorir o que se mostra desabando, fazendo da poeira a base-mor do blush que aviva a face.
 Há quem faça de tudo isso matéria prima pra instigantes canções, fazendo nascer magníficos álbuns como Todo Futuro É Fabuloso. E assim como o título não deixa dúvidas sobre os futuros, também o disco não deixa muita margem pra se questionar o quão fabulosa é a natureza dele próprio.

Todo Futuro é Fabuloso
Cheia de energia trazida por riffs firmes e pelo vocal rasgado de Estêvão Bertoni, essa faixa abre o disco com toda a força e simplicidade do conselho que é cantado no seu refrão: “Não esqueçam de viver bem devagar.”

Greve
A alegria do arranjo contrasta corajosamente com a tristeza da história que é contada na letra: um pai de família perdido alcoolicamente em meio ao marasmo gerado por uma greve na fábrica onde trabalha. Tipo de assunto difícil de se cantar sem que se caia em clichês de denúncia social ou tragédia pessoal, aqui esse é tratado de maneira direta, mas sempre elegante.

O Gringo
Uma canção sobre o estranhamento de não ser do lugar onde se está. O arranjo, mistura interessantíssima, traz castanholas, chocalhos, violão de nylon e bandolim misturados a guitarras distorcidas, baixo e bateria.

Quem Eles Pensam Que São?
A letra mais divertida do álbum, cheia de humor auto-irônico a respeito do funcionamento interno da própria banda. A faixa tem participação especial do sensacional Pélico nos vocais e de uma pá de fãs e amigos que acompanham a banda por redes sociais e que gravaram em suas casas declarações nas quais se apresentam e falam a respeito dos mais variados assuntos.

Ela Tem Uma Ambulância
Uma introdução bastante simpática numa canção de amor singela muito bem arranjada. Muitos instrumentos se revezando, se somando, se completando. De deixar o sujeito afim de dar um passeio ensolarado até o hospital mais próximo.

Declaração #1
Nada menos do que idéias de amor dramáticas e exageradas cantadas em um minuto bem estruturado de música.

Canção do Meio
“Você está no meio agora/ainda demora pra acabar” canta o Bazar, no eixo exato do centro do disco. E a canção não se esvazia nesse trocadilho poético-geométrico, mas vai além, trazendo consigo questionamentos existencias embalados por uma melodia de voz, um coro no refrão e intervenções de saxofone emocionantes.

É Tão Cafona O Que Eu Sinto Por Você
Dois ex-amantes especulam sobre um possível futuro encontro casual entre os dois, criando um diálogo imaginário carinhosamente burocrático e provocativo embalado por uma música linda cheia de camadas tensas e leves. Participação especial da doce Lulina na voz feminina.

Quero Ser Grande
Uma canção infantil que arrebata os sensíveis de todas as idades descrevendo as mirabolantes fantasias de uma criança criativa e bem-humorada.

Declaração #2
Reza a lenda que o baixista Capanema fez esse registro em voz e violão espontaneamente, em um intervalo das gravações no estúdio, sem saber que estava sendo gravado. Pois ficou bom, então foi pro disco.

As Nuvens Não Tem Playground
Com arranjo que mistura delicadeza e peso em ótimas medidas e bons timbres, essa música traz letra cheia de imagens secas e diretas, como se fosse um ensaio fotográfico de um acontecimento já um tanto remoto na memória de um sujeito melancólico.

Abaixo-Assinado
Quase uma meta-canção, um meta-som que desdobra desde a maneira como o som se espalha fisicamente (mesmo que sem rigor científico), chegando até uma dimensão bastante pessoal a respeito de relações sociais e artísticas de quem canta, evocando inclusive a figura do produtor do disco na letra e a habilidade do Estêvão de imprimir personalidade no desafinar.

Faixa Bônus
A prometida faixa oculta que nunca apareceu no primeiro álbum fora do projeto gráfico finalmente se mostra como música aqui. E mostra uma cara ao mesmo tempo dramática e esperançosa nesse fim do segundo disco da banda. Soa e versa como uma despedida emocionante e sincera, com a sabedoria de quem deixa as coisas acabarem quando têm de acabar.

Bazar Pamplona, um breve histórico
Orgânico e participativo são boas definições para a sonoridade conquistada pelos músicos do Bazar Pamplona. Formado em São Paulo, o grupo transita entre o rock alternativo contemporâneo e o flerte discreto com a MPB.
A música passou a fazer parte do cardápio desses músicos desde cedo, mas o Bazar Pamplona só passou a existir quando dois moradores de uma república de estudantes se reuniram para tocar juntos. O quinteto traz raízes do interior paulista e de Belém do Pará, terra do baterista Rodrigo Caldas.
Em 2006, com produção de Paco Garcia (Los Pirata), o Bazar Pamplona lançou o EP 'Músicas que caem em Pé e Correm Deitadas', com o qual chega ao projeto Prata da Casa, do Sesc Pompeia (São Paulo) como destaque. Já em 2008, surge o primeiro CD do grupo,  'À Espera das Nuvens Carregadas', com uma boa receptividade do público e elogios.
Com nuances harmônicas escondidas nas canções, o grupo apresenta o novo trabalho, 'Todo Futuro é Fabuloso'. O disco faz justiça ao título, com músicas estimulantes e apropriadas para ouvir antes e depois das paixões.
Radicado em São Paulo, o Bazar Pamplona é Estêvão Bertoni (letras, vocal e guitarra), João Victor dos Santos (guitarra), Rodrigo Caldas (bateria), Rafael Capanema (baixo e teclado) e Pinguim Miranda (teclado e baixo).




sexta-feira, 3 de agosto de 2012

A banda NOVANGUARDA - Lança o primeiro videoclipe do disco "A Máquina de Retratos"

foto Mayra Coelho



Para comemorar a volta das atividades do Novanguarda em palcos e também a finalização de "A Máquina de Retratos" que é o primeiro album da banda, na madrugada do dia 30/07 foi disponibilizado o videoclipe single "O Palanque". O clipe tem sua produção completamente independente e passa a aparece como a primeira de diversas atividades que estão para acontecer durante o segundo semestre de 2012.

ASSISTA AGORA AO VIDEOCLIPE DE "O PALANQUE


"Novanguarda é uma banda pernambucana da cidade de Floresta que faz uma especie de Acid Noise Rock Alternativo onde busca expressão com milhares de formas sem se prender a nada exato utilizando temas realistas e texturas psicodelicas.


Para conhecer mais da banda acesse o Sound Cloud oficial da banda.
Contato email - sambadacom@gmail.com l juliovanguarda@hotmail.com
Contato fone  (81) 3429-7625   (81) 9423 8792


quarta-feira, 18 de julho de 2012

Tá na rede o novo álbum do Offspring

O lançamento oficial do novo álbum o ‘Days Go By’ da banda Offspring foi lançado em 21/06/2012. O nono álbum deles foi produzido pelo veterano Bob Rock (Aerosmith e Metallica).
"Ele é um grande produtor", disse Holland à Rolling Stone norte americana. "Nós não nos conhecíamos antes do último registro, mas foi muito bom, então nós pensamos em tentar de novo, eu sabia que poderia ir de duas maneiras -. Ou ele vai ficar melhor porque estamos mais confortável a trabalhando juntos, ou às vezes você fica muito confortável e ninguém escuta mais uns aos outros." Ele faz uma pausa. "Felizmente isso não aconteceu."

"Eu sempre senti que seria tedioso se tivéssemos um estilo semelhante álbum após álbum," Holland diz, fazendo referência nítido contraste com o álbum de lançamento anterior da banda de 2008 de Rise and Fall, Rage and Grace .

Quem quiser curtir o novo trabalho deles, na íntegra, é só ir ao site da Rolling Stone que recebeu o lançamento antecipado com exclusividade: http://www.rollingstone.com/music/news/album-premiere-the-offspring-stretch-out-on-days-go-by-20120619

Por mim publicado no site FutMus jun/12

terça-feira, 17 de julho de 2012

Japandroids lança seu segundo álbum ‘Celebration Rock’

Os canadenses Japandroids estão em tour mundial de lançamento do seu segundo álbum, ‘Celebration Rock’, após o grande sucesso do primeiro o ‘Post Nothing’. Gravado no estúdio The Hive em Vancouver (Canadá), terra natal do duo; e chegando ao Brasil simultaneamente com o resto do mundo pelo selo Vigilante.
 O álbum, com 8 faixas, possui uma forte influencia punk e que “chamam” os ouvintes para cantar junto. O primeiro single, “The House That Heaven Built”, é prova disso com seus whoa whoas. O álbum foi considerado "Best New Album" pela conceituada publicação Pitchfork e já coleciona elogios pelo mundo.
Brian King (vocal e guitarra) diz que ele e Dave Prowse (vocal e bateria) tentaram “simular o som do que achamos que o público faria durante as músicas.”


Por mim publicado no site FutMus jun/12

Os Galgos lançaram mais duas músicas


A banda Os Galgos lançou em junho, via sound cloud, duas músicas novas a ‘Chosse Road’ e a ‘Poison Lady’. Com Rene Mendes - bass e vocal, Ricardo Crazy Fool - bateria e Luigi Rokero - guitarra.
Com apenas 2 anos de estrada eles já contam um EP independente lançado em 2011, uma música na coletânea Speedrock (Barcelona 2011), uma música no Cd que encarta a Revista inglesa Classic Rock Magazine (Fev2012) e mais 2 vídeo clipes.

Galgos - Chosse Road [2012] by galgos
Galgos - Poison Lady [2012] by galgos


Por mim publicado no site FutMus jun/12

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Detonautas Roque Clube lançam seu novo clipe na rede


O vocalista da banda Detonautas Roque Clube, Tico Santa Cruz, lançou hoje através do seu perfil na rede social facebook o seu novo clipe com a inédita ‘Vamos viver’. E pede o apoio de todos como poderão ver em sua declaração abaixo:
“Olá meus amigos queridos. Como sabem somos uma banda COMPLETAMENTE INDEPENDENTE. E temos poucos espaços na Mídia por não termos nos curvado diante de algumas questões que não vem ao caso nesse momento de FELICIDADE. O fato é que estamos lançando um CLIPE de uma MÚSICA INÉDITA produzida pelo Maurício Barros (Barão Vermelho) e este CLIPE foi uma produção nossa junto com a Parafernalia do parceiro Felipe Neto. Com a Participação de vários atores e atrizes, cantores e convidados especiais. Lhes convido a ASSISTIR, mas ACIMA DE TUDO COMPARTILHAR se gostar do Trabalho. Vocês são nossa PRINCIPAL forma de chegar até as pessoas e furar alguns bloqueios. Quem puder passar ADIANTE, será muito útil e gentil na nossa LUTA pela sobrevivência nesse Mercado musical que vivemos hoje. Fiquem com o Clipe de VAMOS VIVER E PASSEM ADIANTE. ;) desde já AGRADECEMOS.” – declarou Tico Santa Cruz.



Por mim publicado no site FutMus 13/06/2012

Hidrocor lança seu novo clipe com duas versões para vídeo de ‘Edifício Bambi’





A banda Hidrocor lançou mais um webclipe ‘Edifício Bambi’, canção que faz parte do seu primeiro disco. O vídeo é parte de um projeto que já dura um ano. Com imagens captadas em diferentes momentos de rotoscopia, técnica de desenhar sobre o frame gravado, vários momentos de desenho animado e imagens captadas em diferentes câmeras.
 O inquieto duo formado por Marcelo Perdido e Rodrigo Caldas criou duas versões para o webclipe, uma versão fofa e outra que traz as peripécias do grupo. Laura Laviere (Marcelo Jeneci) participa do webclipe interpretando o tema “Mate sua mulher agora”.

Hidrocor 

Formada por Marcelo Perdido e Rodrigo Caldas, a Hidrocor aposta em um rock alegre e melodias que grudam e não saem da cabeça. Em ‘Edifício Bambi’, a banda traz 14 faixas inéditas, incluindo a música ‘Ma Cherrie’, hit que já conta com mais de 37.000 acessos em seu videoclipe. O disco conta com participações de Lulina, Tatá Aeroplano e João Erbetta (Los Piratas/ Marcelo Jeneci).
 Para conferir mais sobre o trabalho da banda: http://bandahidrocor.com.br/

Por mim publicado no site FutMus 13/03/2012