quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Chegou ao fim o Festival Morrostock 2013

 texto Sabrina Kwaszko

Sempre que algo especial acontece é difícil deixar pra trás e o Festival Morrostock deixou este sentimento no ar, nós da Rádio Putzgrila e não apenas locutores mas também ouvintes que encontramos por lá vivemos esta edição  intensamente.

Passaram por lá ótimas bandas e também ótimas pessoas dividindo seus conhecimentos culturais nas mais variadas faces além da música, artes, dança, consciência de sustentabilidade… E um Mutante circulou entre nós fazendo a alegria de todos os malucos Arnaldo Baptista que havia feito um show na noite anterior no centro de Sapiranga estendeu sua estadia e foi aproveitar também o festival.

Conseguimos, a Crisane Michel e eu, participar de um trecho de tudo isso no sábado noite em que rolou grandes shows, e parece até injusto falar de alguns quando na verdade passou por lá muita gente mas pra isso meus colegas e eu  nos dividimos, para poder abranger o festival quase como um todo e tentar refletir poraqui alguns fragmentos, entre shows, oficinas, banhos de rio , banhos de cascata, amigos e cerveja.

A Banda paulistana Mustache e Os Apaches fez um show à parte além chamarem atenção por usarem instrumentos “fora do comum” como banjo, washboard, violoncelo, bandolin… Todo mundo curtiu o som deles inspirados pelas Jug Bands norte-americanas e acabaram envolvendo o público de vez quando desceram do palco e foram pro meio do público tocar e dançar.

Na sequência subiu ao palco a banda gaúcha, de Santa Maria, Rinoceronte e mostrou a que veio com seu rock and roll forte e marcante.

A banda Tenente Cascavel fez um grande show tocando aqueles clássicos que ninguém esquece como ‘menstruada’, ‘irmã do doctor robert’, ‘identidade zero’ e muitas outras.

Seguindo o baile sobe ao palco a banda Cartolas, elegantes todos de preto, mandaram ver na rockeragem tocando e agitando a galera.

Não sou crítica de música, se é pra falar mal melhor nem falar, mas pra minha sorte o que vi gostei e não apenas eu, quero mandar um abraço especial para todos ouvintes que encontrei lá afinal temos os mesmos gostos musicais e é natural nos encontrarmos em shows, espero que possamos nos encontrar outras vezes e dividir bons momentos como esse. Até o próximo!