segunda-feira, 17 de março de 2014

Yngwie Malmsteen Veloz e Furioso

O guitarrista sueco Yngwie Malmsteen esteve em Porto Alegre mostrando para os fãs a que veio. O Show foi no bar Opinião e teve abertura da banda Venus Atack.

texto Sabrina Kwaszko

fotos Henrique Borges


Havia certo receio no ar já que da outra vez que esteve aqui foi vaiado ao tocar Star-Spangled Banner, de Jimi Hendrix, uma das maiores influências do guitarrista, que contém uma parte do hino dos Estados Unidos e ao ouvir as pessoas gritando Bin Laden abandonou o show ali mesmo. Bom desta vez ele não arriscou e tocou suas músicas, sem hino algum. Com ele tocaram os músicos Bjorn Englen (baixo), Patrik Johansson (bateria) e Nick Marinovich (teclados e voz).

Metade do palco para a banda e outra metade para todos os Marshals de Yngwie e ele ficarem à vontade.  Cantou pouco, queria tocar mesmo, os vocais ao contrário do se esperava ficaram por conta do Nick e as vezes o Yngwie fazia uns backing. Enquanto tocava distribuía palhetas ao público, jogava a guitarra em volta do corpo, dava chutes no ar e agitava a cabeleira, todo performático, mas o que se destacava mesmo era o grande talento que esse cara tem com uma guitarra nas mãos. Técnica, velocidade, improviso... Metal com toques de blues, jazz, flamenco... Deixou o público às vezes delirando, às vezes de boquiaberta e outras emoções.

O virtuoso guitarrista de 50 anos e 1,90m marcou presença e encheu o palco, show inesquecível com certeza. Malmsteen tem algo que poucas pessoas possuem um ‘ouvido absoluto’ e usa que nem sente em seu favor. Dono de uma discografia de 29 álbuns de estúdio e ao vivo, de mais 6 coletâneas e 2 Eps ele mostrou que ainda tem muito mais pela frete pois está em ótima forma musical.
O destaque do repertório fica para "Far Beyond the Sun" e "I'll See the Light Tonight". E agora que Yngwie e Porto Alegre “fizeram as pazes” que ele retorne muitas vezes ainda pra nos presentear com seu virtuosismo.